Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Por que gosto de Vítor Gaspar

por PR, em 23.01.13

Para quem tiver paciência:

 

Por que gosto de Vítor Gaspar I

Por que gosto de Vítor Gaspar II

Por que gosto de Vítor Gaspar III

 

(E uma curiosidade: os dois primeiros posts, e metade do terceiro, foram escritos no domingo à noite, bem antes de se saber que Portugal ia regressar aos mercados mais cedo do que o previsto. O terceiro foi concluído hoje)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:27


6 comentários

De Anónimo a 03.02.2013 às 21:54

O segundo link devia ser http://parededecasadebanho.blogs.sapo.pt/5874.html

De NG a 05.02.2013 às 17:13

http://www.publico.pt/economia/noticia/utao-ja-ve-dificuldade-acrescida-no-cumprimento-da-meta-para-a-receita-fiscal-deste-ano-1583377

Receita fiscal fica 3700 milhões de euros abaixo do orçamentado em 2012. Os números não se comovem com a sua empatia por Victor Gaspar, Priscila.

De PR a 06.02.2013 às 00:42

A minha "empatia" pelo Vítor Gaspar depende pouco da sensibilidade da receita fiscal ao ciclo económico, um parâmetro da economia portuguesa que dificilmente pode ser controlado pelo ministro das Finanças.

A minha empatia deriva da sua acção noutras esferas. Escrevi três posts sobre isso, se os quiser ler. Pelo seu comentário, depreendo que não o deve ter feito.

De NG a 06.02.2013 às 02:37

Lá tive que ler o seu romance outra vez

Escreveu isto:
"revela uma grande obstinação na redução do défice e perde mais tempo a pensar em formas de controlar a despesa do que a pressionar os credores para ter juros mais tempo ou mais dinheiro;"

e acontece isto:
"http://www.jornaldenegocios.pt/economia/europa/uniao_europeia/zona_euro/detalhe/bruxelas_favoravel_a_extensao_dos_prazos_de_maturidade_dos_emprestimos_a_portugal.html"

escreveu mais isto:
"não tem medo de arriscar a sua reputação com medidas impopulares; e abdica de alimentar a plebe com ilusões de ‘políticas de crescimento’ que sabe que não pode financiar"

e aconteceu aquilo:
"http://www.dn.pt/inicio/economia/interior.aspx?content_id=3036543"

Problemas tão graves como este
http://www.jornaldenegocios.pt/empresas/detalhe/exportadoras_credoras_de_iva_acusam_estado_de_travar_motor_de_crescimento.html

ou este
http://oinsurgente.org/2013/01/31/quer-ser-empreendedor-tenha-juizinho/

estão por resolver.

Além de reconhecer o martírio a que a função o sujeita não vejo motivos para entoar grandes loas.

De PR a 06.02.2013 às 11:58

Então leia mais vezes, a ver se percebe :)

De NG a 06.02.2013 às 16:11

Às vezes esqueço-me que este blog tem o Pharyngula na lista de links favoritos. E a quadratura de mente de quem habitualmente o aprecia :)

Comentar post





Comentários recentes

  • clemence

    Boa noite, senhor/senhora,Viemos por esta mensagem...

  • cesar dasilva

    Até 1822 os brasileiros eram todos portugueses. O ...

  • S

    O povo portugues tem de deixar te tomar as coisas ...

  • silva

    Mário Assis Ferreira, Director da “Egoísta”, escre...

  • Carlos Barbarrosa

    Boa tarde:Li todos os comentários e respostas. E c...



Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D